Quer enfeitar o lago do seu jardim? Conheça os lírios d’água tropicais e saiba como plantá-los

Quem gosta de cultivar lindos jardins e possui espaço para ter um laguinho com peixes, sabe o quanto faz diferença. O ambiente fica parecendo conto de fadas, totalmente composto por natureza. O lago, especialmente quando possui peixes, demanda diversos cuidados especiais. Cultivar plantas aquáticas é uma excelente alternativa para deixar a água muito mais parecida com um ambiente aquático natural, sem mencionar o seu enorme potencial decorativo.

 

Há diversas plantas aquáticas que podem ser utilizadas em lagos artificiais de jardins. No entanto, é importante conhecê-las e saber como cultivá-las para que elas se desenvolvam lindas, saudáveis e exuberantes, compondo maravilhosamente o lago do seu jardim. Embora haja diversas espécies que são excelentes opções para enfeitar o jardim, neste artigo vamos falar a respeito dos lírios d’água tropicais e sobre como plantá-los.

Lírios de água tropicais

 

Os lírios de água tropicais são uma classe de plantas que abrange diversas espécies, sendo elas:

Panama Pacific, que é um lírio vivíparo com flores violetas e roxas;
Tina, que possui flores roxas providas de um perfume adocicado e sendo por isso uma excelente opção de planta em flor;
August Koch, um lírio que possui flores azuis com agradabilíssimo perfume, sendo também uma maravilhosa opção para se ter no jardim;
Director Moore, um maravilhoso lírio com formato semelhante ao de uma estrela, colorido com um tom de roxo escuro. Possui as folhas salpicadas de tons arroxeados;
Shirley Bryne, que é um lírio vivíparo que apresenta uma tonalidade cor-de-rosa escura.

 

Assim, ao escolher um lírio d’água tropical para o seu jardim, você deve se atentar a alguns fatores importantes, sendo, o primeiro, a forma de plantar. Os lírios d’água tropicais devem ser plantados ao fim da primavera ou no início do outono. Isso se explica porque essas plantas se desenvolvem melhor em climas mais amenos, que variam entre 5 e 25 graus centígrados. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não são todas as plantas aquáticas que devem ser colocadas direto na água. Portanto, plante o seu lírio d’água em um vaso que tenha, no mínimo, 25 centímetros de diâmetro. Lembre-se sempre que quanto menor o diâmetro do vaso, menor será a sua planta.

 

Após a escolha do vaso, utilize uma terra argilosa pesada. Este tipo de terra contém todos os nutrientes de que a planta precisa para vingar e crescer. Fertilizantes orgânicos também devem ser utilizados e não há nenhuma especificação sobre marca e qualidade. Você pode se consultar com o comerciante local sobre as melhores opções à disposição. Na hora de plantar o tubérculo do lírio na terra, coloque-o em posição vertical, com as raízes delicadamente enterradas no solo. Areia deve ser colocada no vaso, porém o mais afastada possível da coroa do tubérculo, para não prejudicá-la. Quando chega o momento de baixar a planta na água, é recomendável que seja a 15 centímetros de profundidade, aumentando à medida que cresce.